Patagônia

7 Lugares Incomuns Para se Conhecer na Patagônia

A Patagônia é um dos lugares mais impressionantes do mundo. Muito preservada, ela recebe turistas do mundo inteiro, principalmente interessados no ecoturismo. Montanhas, florestas, geleiras e rios: não há como não se impressionar pela diversidade natural.

Para você que já conheceu os destinos mais famosos da Patagônia, que tal saber mais sobre os lugares incomuns e pouco explorados da região? Nós temos algumas dicas para você fugir de destinos mais clichês, como Bariloche e El Calafate! Confira:

Chiloé

Patagônia - Castro

Patagônia – Castro

Chiloé é uma ilha da Patagônia chilena, cercada de misticismo e belezas naturais. A cidade de Castro é o destino certo dos visitantes da ilha, já que o clima portuário abriga também uma cena artística interessante (grafite e murais urbanos), igrejas históricas e casas de palafita. Ecoturistas podem aproveitar trilhas para mountain bike, caminhadas e kayak. Para acessar Chiloé, é possível chegar de balsa ou voos da companhia LAN.

Caleta Tortel

Caleta-Tortel

Caleta Tortel também fica no litoral da Patagônia chilena. A vila permaneceu isolada por muito tempo e só recentemente ganhou maior acessibilidade, com a Carretera Austral (uma das principais rodovias chilenas). A vila tem casas de palafita e passarelas de madeira, em um cenário cercado por montanhas, geleiras (Steffens e Jorge Montt), rios e o Oceano Pacífico. Turistas à procura de paz, tranquilidade e contato com a natureza não podem deixar de conhecê-la!

Cochrane

Lago-Cochrane

A pequena Cochrane, de apenas 2.800 habitantes, fica próxima ao Parque Chacabuco e dá acesso ao Lago Cochrane, com águas cristalinas e diversas trilhas para hiking. Há também a reserva natural de Tamango, com caminhadas ideais para um dia. Além disso, a hospedagem em chalés ganha um charme extra devido aos fogões à lenha e ao silêncio que somente destinos muito isolados como esses proporcionam.

Estancia Valle Chacabuco

Estancia-Valle-Chacabuco

Próxima de Cochrane, a Estancia Valle Chacabuco também é acessível pela Carretera Austral, com vistas impressionantes das águas glaciais dos rios Chacabuco e Baker. A estância havia sido comprada por norte-americanos e está para se tornar um parque nacional no Chile. Como ela liga duas outras reservas naturais, sua conservação é essencial para a fauna e flora (passagem biológica). A principal dica é procurar guanacos (espécie prima das lhamas), que correm soltos pelo parque. Cuidado com os pumas e condores, predadores naturais da região!

El Chaltén

El-Chalten

A pequena vila de El Chaltén é considerada a capital mundial do trekking. Além de ótimas trilhas (acessíveis até mesmo para os mais sedentários), o parque que cerca a cidade argentina contém alguns dos mais belos cartões postais do país: o Cerro Torre e o Cerro Fitz Roy. A cidade vive de turismo e é notória por sua culinária típica. Não deixe de provar a carne de cordeiro do restaurante Vaca Parilla.

Vulcão Lanín

Vulcão-Lanin

A região do vulcão Lanín está bem na fronteira com o Chile, na província de Neuquén. Além da belíssima vista, é possível partir de sua base até o cume pela cidade de Junín de los Andes. As paisagens basálticas e a adrenalina de escalar um vulcão adormecido há mais de 10 mil anos são garantia de aventura.

A vila de Gaiman

gaiman

A pequena vila de Gaiman (com 6 mil habitantes), na província de Chubut, tem origem galesa e foi fundada em 1974. Você vai encontrar placas e avisos em galês nesse pedaço da América do Sul! Além disso, a vila é conhecida por sua culinária típica, com pratos como salsichas empanadas, carne de cordeiro e diversos bolos.

Pronto para programar sua viagem e arrumar as malas? Tem outras sugestões de lugares incomuns para se conhecer na Patagônia? Compartilhe aqui nos comentários!

Deixe uma resposta

Próximo artigoComo Planejar Uma Viagem de Mochilão