Roteiro de férias: conheça as cidades da Serra Gaúcha

Roteiro de Férias: Conheça as Cidades da Serra Gaúcha

Nosso país é generoso em belezas naturais, cultura, história e gastronomia variada. Cada região do Brasil apresenta características próprias, fazendo com que cada viagem seja única e inesquecível. E agora, com o preço do dólar nas alturas, é hora de aproveitar para (re)descobrir as maravilhas do nosso país.

Para sentir o gostinho da Europa sem sair do Brasil e sem comprometer o orçamento, as cidades da Serra Gaúcha proporcionam férias inesquecíveis para a família toda. Confira mais sobre esse destino no post de hoje!

Como chegar lá

A região é fácil de ser percorrida, pois as cidades são relativamente próximas umas das outras. O ideal é ir de avião até Porto Alegre ou Caxias do Sul e lá alugar um carro para fazer o percurso com calma. Assim, você terá liberdade para montar seu roteiro e ficar quanto tempo quiser em cada lugar. Tome cuidado nas curvas sinuosas e com a neblina (serração, como dizem os gaúchos) nos trechos de serra. É aconselhável alugar um carro com aquecimento e desembaçador de vidros.

A melhor época

Qualquer época é boa para visitar as cidades da Serra Gaúcha. No final do ano, a principal atração são as festas de Natal, especialmente em Gramado, quando a cidade se enfeita para as celebrações do Natal Luz. De janeiro a março, época da colheita das uvas, Bento Gonçalves, Garibaldi, Carlos Barbosa e outras cidades da região das vinícolas estarão em festa. De fevereiro a março, nos anos pares, acontece a Festa da Uva em Caxias do Sul, e nos anos ímpares, a Festa da Vindima em Flores da Cunha. Para quem quer comprar malhas, Nova Petrópolis oferece o Festimalha, entre abril e junho. Em agosto, há o famoso Festival de Cinema de Gramado. Já o inverno é altíssima temporada e a região se enche de turistas em busca do friozinho gostoso da Serra. As temperaturas podem baixar muito, vá bem preparado!

Gramado

A 120 quilômetros de Porto Alegre, Gramado é linda, a arquitetura é fortemente influenciada pela imigração alemã, e você vai se sentir caminhando em uma cidade europeia. Entre as inúmeras atrações, a Snowland oferece brincadeiras na “neve” para a família toda, e a Aldeia do Papai Noel e o Mini Mundo, com construções em miniatura, fazem a alegria da família. O belo Lago Negro, a Catedral de São Pedro, a charmosa rua coberta, as fantásticas fábricas de chocolate… as atrações de Gramado parecem não ter fim! A gastronomia é uma tentação à parte: experimente a sequência de fondue regada a um bom vinho regional e você vai concluir que o paraíso é aqui!

Canela

Coladinha em Gramado, a apenas 10 quilômetros de distância, Canela oferece o Parque do Caracol com a belíssima cachoeira do Caracol, além de várias outras atrações, como o Alpen Park para fãs de esportes radicais, mas que garante diversão para qualquer idade. Depois, vá tomar um chá com apfelstrudel (torta de maçã) no charmoso Castelinho do Caracol, uma construção em enxaimel datada de 1913 e sinta-se na Alemanha!

Bento Gonçalves

Bento Gonçalves, a 120 quilômetros de Porto Alegre, parece ter sido abençoada pelo deus do vinho. A 12 quilômetros da cidade, está o Vale dos Vinhedos, uma área de 80 quilômetros quadrados que concentra cerca de 30 vinícolas, onde há visitas guiadas por enólogos que terminam com degustação do vinho produzido no local. Desde as grandes, como Miolo, Salton e Casa Valduga, até as pequeninas vinícolas de produção familiar, o belo Vale dos Vinhedos oferece o que há de melhor em vinhos brasileiros.

Reserve pelo menos dois dias só para o Vale dos Vinhedos e um dia para percorrer os Caminhos de Pedra, 10 quilômetros de estrada antiga ladeada por construções da época da imigração italiana, hoje transformadas em restaurantes, lojas e espaços culturais. Um verdadeiro museu a céu aberto, preservando a memória dos imigrantes. E que tal fazer os percursos de bike para aproveitar a paisagem mais de perto?

Gostou da ideia de conhecer as cidades da Serra Gaúcha? Deixe seus comentários no blog, queremos saber sua opinião!

Deixe uma resposta

Próximo artigoO Que é Tracklogs e Como Usar Em Minhas Trilhas?