Conheça a rota oficial do caminho de Santiago no Brasil e aventure-se!

Conheça a rota oficial do Caminho de Santiago no Brasil e aventure-se!

Você já pensou em percorrer o Caminho de Santiago? E se você pudesse cumprir parte dele no litoral brasileiro, passando pelas experiências da peregrinação em seu país? Agora, esse sonho pode se tornar realidade!

Desde 29 de junho de 2017, um trecho de 21 quilômetros entre Canasvieiras e Ingleses, na cidade de Florianópolis, começou a fazer parte da rota oficial do Caminho de Santiago de Compostela. Ou seja, após cumprir o caminho em Santa Catarina, você pode realizar o restante da quilometragem em terras espanholas. Basta ter os carimbos certos para comprovar!

É a primeira vez que um país do continente americano tem um trecho reconhecido pelos espanhóis. Se você quer combater o estresse, conhecer a história dessa tradição, bem como as maravilhas contidas no Caminho de Santiago no Brasil, veja o que nós preparamos a seguir!

Por que tantas pessoas peregrinam pelo Caminho de Santiago?

Tudo começou no ano de 813. O eremita Pelayo viu uma chuva de estrelas no campo. Com ajuda do bispo da região, Teodomiro de Iria, a população local descobriu que ali repousava a ossada de Tiago, apóstolo de Cristo que se encarregou de evangelizar a Península Ibérica.

No ano de 44 d.C., Tiago fora decapitado pelos romanos e seus restos foram colocados numa barca que, pela força dos mares, atingiu o litoral galego. Foi graças ao trabalho do eremita Pelayo que a cidade de Santiago de Compostela (um nome que vem de “São Tiago dos Campos Estelares”) tornou-se destino de peregrinos religiosos.

Uma curiosidade: o apóstolo Tiago também é conhecido como Jacobo, Santiago, Saint Jacques (na França), Saint James (nos países de língua inglesa) e Yacob (Jacó) em hebraico. Isso ajuda a compreender algumas indicações nos mapas do percurso! Hoje, já existem pelo menos 12 trajetos oficiais. O caminho francês é um dos mais populares, e tem 775 quilômetros.

Além da busca espiritual envolvida no caminho, os peregrinos que passam pelo Caminho de Santiago, qualquer seja a rota, deparam-se com cenários de tirar o fôlego. Bom exemplo disso é o fim de tarde europeu no sul da França. Trata-se de um percurso de introspecção e autoconhecimento.

Nesta entrevista, Juanito, construtor oficial dos cajados dos peregrinos na Europa, afirma que “peregrinar é muito importante porque gera algo verdadeiro. (…) No Caminho, aprende-se muito sobre o que a vida de fato é ou deveria ser.”

Se você está sozinho nessa empreitada, não há problema: os peregrinos são bastante solidários uns com os outros, e se dispõem a contar suas histórias nas paradas de descanso, bem como a fornecer suprimentos para quem precisa. Você vai descobrir que também tem muito a oferecer!

Qual é o roteiro no Brasil?

O caminho brasileiro, localizado na cidade de Florianópolis (Santa Catarina) começa na Igreja Nossa Senhora de Guadalupe, em Canasvieiras, passa pelas igrejas de São Pedro e Nossa Senhora dos Navegantes e encerra-se no Santuário Sagrado Coração de Jesus, que fica localizada na Praia dos Ingleses.

A iniciativa para inclusão do trecho no percurso oficial foi do casal Fábio Tucci Farah e Mariana de Assis Viana Mansur, envolvidos nas atividades da Catedral de Santiago de Compostela na Arquidiocese de São Paulo. Quando a Catedral de Santiago abriu a possibilidade de outros lugares do mundo integrarem a rota, o casal pesquisou por locais que também fossem litorâneos como o caminho espanhol, e que carregassem algumas características da Galícia.

“Floripa” já era utilizada como preparação para o Caminho de Santiago, e foi escolhida também por oferecer segurança aos viajantes. A cidade também se sobressaiu por também contar com um aeroporto internacional.

Desde janeiro de 2017, já é possível realizar trechos de 25 quilômetros em outras partes do mundo, desde que o trajeto passe por alguma igreja e se relacione com São Tiago. Depois de cumprir esses 25 quilômetros e obter os carimbos de comprovação, você pode seguir desde La Coruña até Santiago de Compostela, em Coruña, um trecho que tem 75 quilômetros.

Como obter a certificação do Caminho de Santiago no Brasil?

Para obter o certificado, é preciso que você percorra, no mínimo, 100 quilômetros a pé ou a cavalo, ou 200 de bicicleta, até a Catedral de Santiago de Compostela, onde repousam os restos mortais de São Tiago.

O Caminho Brasileiro de Santiago de Compostela dispõe de quatro carimbos exclusivos, um para cada igreja e para os momentos importantes da rota de São Tiago. Eles ficam disponíveis em horário comercial nas igrejas. Procure pelas secretarias dessas instituições.

Para a caminhada, você não precisa arcar com taxas. Porém, se você deseja ter os comprovantes, é necessário adquirir a credencial do peregrino, usada na Espanha para obtenção do certificado. A taxa é de R$ 15, e você pode obtê-las nas associações de peregrinos por todo o país.

Como se preparar para percorrer a rota?

O Caminho de Santiago, no Brasil ou na Europa, não deve ser percorrido com pressa. Em geral, recomenda-se que o peregrino se limite a 30 quilômetros por dia (um ritmo sugerido para completar o Caminho no período de 35 dias).

Especialistas indicam também uso de calçados próprios para a caminhada (como tênis), mochila com água e lanche, o uso de protetor solar e repelente. Alguns peregrinos ainda se valem do cajado, uma tradição do Caminho.

As passagens das praias da Lagoinha para a Brava e da Brava para Ingleses exigem mais dos peregrinos. Mantenha a sua preparação física em dia! Leve também mantimentos, que são recolhidos pelas associações para distribuir a famílias carentes ao longo do caminho.

E você, pretende percorrer o Caminho de Santiago no Brasil? A Associação Catarinense dos Amigos do Caminho de Santiago de Compostela afirma que o trajeto em solo catarinense tem incentivado pessoas à peregrinação. Aproveite a oportunidade para viver essa experiência introspectiva e enriquecedora ao lado de peregrinos brasileiros!

Esse pode ser o pontapé para enfrentar o desafio em solo europeu. Para mais informações sobre o Caminho de Santiago, acesse o Amigos do Caminho ou a Oficina del Peregrino.

Se você quer mais dicas para as suas caminhadas, conhecer novos destinos e voltar cheio de boas experiências para casa, siga-nos no Facebook e Instagram para receber as nossas dicas em seu feed!

Deixe uma resposta

Próximo artigoEsqui em Nevados de Chillan: como se preparar para essa aventura?