Entenda as diferenças entre ecoturismo e turismo sustentável

Você já ouviu falar que o turismo pode ser prejudicial ao meio ambiente? Quer saber como isso é possível? Apesar de parecer incoerente, essa é uma situação simples de ser entendida: a atividade turística faz uso do patrimônio natural sem considerar a sua conservação, o que prejudica a natureza como um todo.

Então, pensando nisso, que tal aderir a atividades que prezem pela preservação da natureza e de seus recursos? Para te ajudar a encontrar a forma que mais lhe agrada, vamos explicar no post de hoje a diferença entre turismo sustentável e ecoturismo.

Assim, ficará mais fácil para você escolher qual deles se encaixa mais nas suas preferências! Vamos lá!

O que é o ecoturismo

Também conhecido como turismo ecológico, o ecoturismo foi introduzido no Brasil com o intuito de valorizar a natureza, seguindo uma tendência mundial. Com o tempo, esse conceito se tornou popular e tem funcionado principalmente como marketing para empresas.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente e a EMBRATUR, “ecoturismo é um segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações”.

Ou seja, de acordo com essa definição, no ecoturismo há um contato direto com o meio ambiente, preservando não somente a natureza, mas criando, dessa maneira, uma cultura que tem como objetivo conservá-la.

Porém, nem sempre é assim que o ecoturismo é desenvolvido. Muitas vezes, esse conceito é atrelado somente ao turismo ecológico, deixando a consciência de preservação de lado. Por isso, é importante entender como se dá o desenvolvimento dessa atividade, garantindo que ela será cumprida corretamente.

Características do ecoturismo

Esse é o ramo do turismo que mais cresce. Isso acontece pois o ecoturismo tem como diferencial a realização de atividades que visam promover o conhecimento e a vivência com o meio ambiente — ele está fundamentado não somente na sustentabilidade, mas também na conservação e na educação.

É uma vertente que veio introduzir uma mudança de paradigma: o turismo pode ser uma atividade que oferece incentivos econômicos eficazes para a conservação do meio ambiente, fazendo disso uma prática constante e não obrigatória.

Para que isso aconteça, é necessário que a oferta turística nesse segmento inclua, além de serviços comuns já realizados — como transporte, hospedagem, alimentação, recepção e agenciamento —, atividades que permitam a integração dos turistas com o meio ambiente. Somente dessa maneira pode-se conscientizar a preservação da natureza, tornando essa uma atitude frequente.

O que é o turismo sustentável

Essa é a área do turismo que trabalha em harmonia com a natureza e as comunidades que a circundam. Em outras palavras, podemos dizer que o turismo sustentável visa suprir as necessidades dos turistas e das regiões onde essa prática está se desenvolvendo, porém sem deixar a sustentabilidade de lado.

Dessa forma, é possível garantir melhores oportunidades para o futuro, otimizando a gestão de recursos de uma maneira que as necessidades sociais, econômicas e ambientais sejam satisfeitas, mantendo também a integridade cultural e a diversidade biológica.

Pela definição do Código Mundial de Ética do Turismo, essa vertente também pode ser definida da seguinte maneira: “turismo sustentável é o que relaciona as necessidades dos turistas e das regiões receptoras, protegendo e fortalecendo oportunidades para o futuro”.

Ainda segundo o código, o turismo sustentável “contempla a gestão dos recursos econômicos, sociais e necessidades estéticas, mantendo a integridade cultural, os processos ecológicos essenciais, a diversidade biológica e os sistemas de suporte à vida”.

Pode-se concluir, então, que essa atividade busca atender as necessidades do desenvolvimento turístico, agregando os anseios das regiões que são beneficiadas pelo turismo e estimulando o crescimento dessa atividade, sem deixar de lado a proteção do meio ambiente, especialmente em lugares incomuns que possuem recursos naturais raros.

Características do turismo sustentável

Esse é um segmento que tem como objetivo principal atender os anseios de turistas e regiões receptoras, garantindo a proteção ambiental e, paralelamente, o desenvolvimento da atividade turística em conjunto com todos os envolvidos.

Isso implica na prática de ações economicamente viáveis, socialmente justas e ecologicamente corretas. O turismo deve ser realizado de maneira que preserve a natureza e sua biodiversidade, com atividades programadas para seguir esse intuito.

Além disso, os agentes envolvidos devem respeitar os limites de suas ações, sempre tendo como prioridade a conservação dos recursos naturais. Para que o turismo sustentável possa ser desenvolvido, é importante ter atenção a três fatores primordiais:

  • desenvolvimento de estruturas compatíveis com a preservação ambiental;
  • clareza aos clientes sobre como a atividade é realizada;
  • não adoção de práticas turísticas em massa.

Com esse planejamento, é possível buscar soluções que contribuam para a sustentabilidade, gerando benefícios não somente aos responsáveis pela prática do turismo, mas também a toda a comunidade envolvida nessa atividade.

Assim, o turismo pode ser realizado de modo que a sustentabilidade e o desenvolvimento econômico caminhem lado a lado, protegendo a natureza e incentivando a prática dessa atividade, que deixa de ser uma preocupação somente dos setores envolvidos nessa área.

Ecoturismo x Turismo sustentável

Agora que você já conhece as características de cada uma dessas atividades, já pode diferenciá-las, concorda? É preciso ressaltar, ainda, que o ecoturismo está fundamentado em dois pilares da sustentabilidade: o econômico e o ambiental — complementando suas atividades com ações baseadas no setor político e cultural da sociedade.

Já o turismo sustentável leva em consideração todos os aspectos relacionados à sustentabilidade, englobando os diversos segmentos da atividade turística — econômicos, sociais e culturais.

É importante lembrar, por fim, que no primeiro caso trata-se de um segmento do turismo — ao contrário do segundo, que se aplica a todos os setores envolvidos nessa atividade. Percebeu como é importante conhecer a diferença entre esses segmentos?

Não se esqueça de ter atenção quanto à conduta das empresas que dizem praticar o ecoturismo ou o turismo sustentável. Nem sempre um empreendimento que está localizado em um centro turístico ou em uma área verde está envolvido com esse tipo de atividade!

Agora que você já sabe qual a diferença entre ecoturismo e turismo sustentável, que tal ajudar os seus amigos a conhecerem essas práticas? Compartilhe o texto nas suas redes sociais e nos ajude a espalhar a informação!

Deixe uma resposta

1 comentário

Próximo artigoConheça os Principais Destinos Para Praticar Rafting no Brasil