Entenda a Importância de se Preparar Fisicamente Para Uma Atividade Esportiva

Praticar atividades esportivas significa cuidar do corpo e da mente. E se os exercícios escolhidos tiverem a natureza como cenário, melhor ainda! Seja caminhar, correr, pedalar, escalar — todas essas atividades são válidas para quem quer mais qualidade de vida e saúde.

Porém, isso não significa colocar o primeiro par de calçados que encontrar no armário e sair andando por aí, certo? Será que o seu condicionamento físico está adequado para encarar essas atividades? Antes de praticá-las, é preciso averiguar se está tudo certo com você, a fim de garantir uma prática segura e que só traga bons resultados.

Ficou pensativo? Fique tranquilo! Hoje vamos falar justamente sobre a importância do preparo físico para as atividades esportivas. Isso não quer dizer que você precisa ser um atleta, já que as práticas podem ter diversos níveis de dificuldade. Ou seja, com os cuidados certos, qualquer um pode ser adepto. Continue a leitura para saber por que é importante investir no preparo físico e o que deve ser feito para melhorar!

Afinal, o que é condicionamento físico?

Tratando-se de saúde, um bom condicionamento é a capacidade do corpo de responder bem às demandas e aos desafios físicos, tendo um mínimo de cansaço e desconforto. Ele está relacionado a quatro componentes:

  • capacidade aeróbica — o potencial do corpo em captar e utilizar oxigênio para produzir energia;
  • capacidade muscular — a força e a resistência dos músculos;
  • flexibilidade — a capacidade muscular e articular em exercer flexões e extensões em boa amplitude;
  • composição corporal — a boa equação entre a gordura e a massa magra do corpo.

Em suma, um bom condicionamento físico se traduz na capacidade de o coração, os pulmões, os músculos e as articulações resistirem às tarefas diárias, sejam as de esforço leve ou aquelas que exigem mais do corpo.

O condicionamento físico deve ser avaliado a partir de um exame que leve em conta a idade, o gênero, as predisposições genéticas, dentre outros fatores. Ou seja: é uma análise abrangente e pessoal.

Para se ter um bom preparo físico, não é necessário fazer atividades físicas intensas e que levem à exaustão. Contudo, para usufruir de todos os seus benefícios, a prática deve ser regular e ao longo de toda a vida.

O que a atividade física pode proporcionar ao corpo?

Já é amplamente difundido o quanto a atividade física pode promover benefícios para a saúde, certo? A prática de exercícios é um dos melhores meios para se investir na prevenção de doenças, ter uma vida saudável, com qualidade e autonomia.

Como nunca é demais, vale a pena ressaltar que a prática de exercícios é a melhor forma de evitar doenças cardiovasculares, hipertensão e diabetes. Além disso, ela atua no controle do peso, na regulação do colesterol e dos triglicérides, fortalece ossos e músculos, sem contar que é uma das maiores aliadas no combate ao estresse e à depressão.

Além de tudo isso, a prática esportiva é o que permite desenvolver uma melhor condição cardiorrespiratória, resistência muscular, força e flexibilidade. Como mencionamos acima, são essas as premissas físicas que viabilizam uma boa e segura performance. Assim, podemos ter certeza de que as duas coisas estão diretamente ligadas: quanto mais as atividades físicas estiverem presentes na sua vida, melhor será o seu condicionamento.

Como avaliar a condição física?

A melhor forma de averiguar o seu preparo físico é por meio de uma avaliação, feita por um profissional capacitado (como um educador físico ou um fisioterapeuta). Ela consiste em medir a quantas anda a sua capacidade cardiorrespiratória e aferir, por meio de medidas antropomórficas, como está a sua composição corporal (a equação entre massa magra e massa gorda).

Além disso, a avaliação física também pesquisa doenças preexistentes, levanta o histórico de cirurgias e lesões, verifica hábitos alimentares, fatores de risco e uso de medicamentos controlados. Ela é capaz de averiguar limites e dizer se está tudo certo para começar a caminhar, correr ou pedalar sem preocupações.

A análise do condicionamento físico também é muito importante mesmo para quem já é praticante de atividades esportivas, pois consegue medir os ganhos e, assim, definir os melhores caminhos para atingir bons resultados. Porém, essa avaliação é ainda mais fundamental para os iniciantes que ainda são sedentários e desejam começar alguma prática de atividade física. Por isso essa é a etapa mais importante e o pontapé inicial para quem quer ter um bom preparo corporal.

Há riscos de se praticar atividades esportivas sem condicionamento?

O bom condicionamento físico é a melhor forma de se prevenir lesões às quais os esportes podem expor. Por isso, se os músculos, a coluna e as articulações não estiverem em condições de lidar com o esforço de uma atividade esportiva, ficarão sujeitos a torções, distensões, estiramentos, desgastes e até fraturas.

Da mesma forma, é preciso um mínimo de condicionamento cardiorrespiratório para a prática esportiva. Sem a mensuração adequada de esforço pode acontecer o overtrainning, que ocorre quando o praticante ultrapassa os seus limites. Isso resulta em fadiga, baixa da imunidade e dores de cabeça, e até mesmo piora o quadro de hipertensão.

O que é preciso fazer para ter um bom condicionamento físico?

A própria iniciação às atividades esportivas pode ser o melhor meio de ganhar condicionamento físico, desde que isso seja feito de forma gradativa e com orientação profissional.

Para melhorar a capacidade cardiorrespiratória, faça caminhadas com peso (usando mochila com carga) ou corridas. Para ganho de força, os exercícios resistidos ou mesmo os calistênicos melhoram a condição anaeróbica. Iniciantes devem escolher as trilhas com níveis de dificuldade menores, seja para corrida, caminhada ou ciclismo. Atividades como a escalada, que exigem técnicas específicas, precisam, ainda, incluir treinos táticos.

Em todos casos, é sempre indicado fazer alongamentos depois de qualquer prática, o que contribui muito para a recuperação muscular.

Do que mais não se pode esquecer?

Além de tudo isso, é imprescindível, para um bom condicionamento físico, ter uma boa alimentação, hidratar-se bastante e respeitar os períodos de descanso do corpo.

Equipamentos próprios, roupas e calçados adequados também devem fazer parte do kit indispensável para praticar atividades esportivas. Na sua mochila, tenha sempre água, alimentos para repor as energias e um kit de primeiros socorros. Filtro solar e repelentes também são itens que não se pode esquecer. Munido de tudo isso, é só escolher o cenário mais bonito para se exercitar!

Ainda não nos segue nas redes sociais? Não espere mais para ter sempre as melhores dicas sobre atividades esportivas outdoor e viagens — curta a nossa página no Facebook!

Deixe uma resposta

1 comentário

Próximo artigoQuais os Principais Cuidados ao Acampar Com a Família?