Como Montar um Abrigo Contra Chuva Sem Recursos?

Sentimos um enorme prazer quando podemos entrar em contato direto com a natureza, seja em uma trilha, um acampamento ou mesmo em viagens para locais mais rústicos e desertos, não é mesmo?

Esse tipo de aventura é revigorante, pois nos afasta do barulho e do estresse que o mundo urbano nos impõe.

Mesmo para uma simples trilha, devemos ter o mínimo de cuidado, como levar uma boa mochila, calçados adequados e utensílios básicos (canivete e lanterna, por exemplo). Imprevistos acontecem e você pode perder algum utensílio, ficar sem alimento ou ter de encarar uma chuva repentina.

Esse último é um caso peculiar, pois poucas pessoas sabem montar um abrigo contra chuva sem os recursos necessários. Ele é fundamental para a nossa proteção, e saber fazê-lo é uma carta poderosa quando nos aventuramos.

Portanto, separamos algumas opções para você proceder da melhor maneira nessas situações. Acompanhe!

Cama improvisada

Caso você tenha levado capa de chuva e corda, é possível construir um abrigo. A grande vantagem é que, como fica fora do solo, além da chuva, a estrutura protege de insetos e outros animais.

Se não houver corda disponível, veja se o local possui cipó ou tente encontrar troncos fibrosos como bananeira, dos quais você possa arrancar tiras e improvisar uma corda, trançando-as.

Procure um lugar entre árvores firmes e entrelace a primeira parte da corda, tentando fazer uma “cama” improvisada. Coloque galhos mais fortes amarrados na corda: essa será a base da cama. Faça isso a uns 60 centímetros do solo.

Cerca de um metro acima disso, estique a outra parte da corda, na qual você colocará a capa de chuva. Amarre-a nas laterais da parte de baixo, usando até cadarços, por exemplo.

Esse abrigo não é o mais indicado para chuvas fortes, com ventos ou muito longas, mas pode te salvar em uma emergência, pois é prático e rápido de fazer.

Abrigo fora do chão

Essa alternativa é um pouco mais complicada de montar, mas se você estiver com mais uma pessoa o trabalho é facilitado. Trata-se de um abrigo indicado para o caso de ter pouca corda ou não conseguir improvisar alguma.

A base é feita de troncos grossos, compondo um quadrado. Sobre eles, cruze os mais finos, formando a parte na qual você vai se deitar. Tente amarrar, com o que tiver, troncos mais finos em cada ponta, que serão a base do teto.

Use troncos bifurcados, pois nesse local ficarão as “vigas” do seu teto. Sobre elas, coloque sua capa e folhas grossas de plantas que encontrar.

Como também ficará acima do solo, terá proteção contra os perigos que estão no chão, e você pode usar até roupas e meias para fazer amarras onde achar mais necessário.

Abrigo em forma de cabana

Mesmo que tenha poucos recursos, é possível improvisar uma cabana somente com troncos e pouca corda. Tente encontrar troncos bifurcados, com tamanhos que variem de 20 centímetros até um metro.

Procure por uma árvore ou pedra grande de base e comece pelos menores, fazendo forquilhas. Vá montando-as também com uma distância de 20 centímetros umas das outras, sempre crescendo.

O abrigo terá forma de triângulo e, quando acabar de fazer as forquilhas, amarre um tronco mais firme em cada uma das laterais.

Com a base pronta, jogue por cima todos os tipos de folha que achar. Coloque primeiro as secas, depois as molhadas e, por último, os galhos mais firmes, para que qualquer vento mais fraco não as tire do lugar.

Abrigo tipo tenda

Esse tipo de abrigo é mais fácil de montar quando você tem uma lona, mas, como estamos falando de improvisação, ele também pode ser fabricado com poucos recursos.

Junte tudo o que você tiver, como capa de chuva, jaqueta, blusas e cobertas, e tente amarrá-las, para improvisar uma lona.

A base é feita com troncos mais finos. Escolha de 8 a 12, dependendo da altura da lona improvisada, com tamanhos similares. Deite-os juntos no chão e amarre firmemente em um das pontas.

Assim que colocar de pé essa base, ela já terá o formato de tenda. Coloque por cima sua lona improvisada e veja se há folhas de árvores maiores e grossas, como as de bananeiras, por perto.

Caso encontre, coloque-as verticalmente ao lado da tenda, enterrando o caule no chão. Isso aumentará a proteção contra a chuva e o vento.

Estrutura de pedra

Caso o local onde você esteja possua uma pedra grande, com um lado reto e alto, é fácil improvisar um abrigo contra chuva.

Junte de 12 a 20 galhos mais grossos e faça uma armação parecida com um estrado de cama. Para funcionar corretamente, essa estrutura terá que ser mais alta do que a pedra pelo menos meio metro, pois ela ficará inclinada, evitando, assim, que escorregue.

Por cima dessa armação, coloque folhas grandes, secas e molhadas, cobrindo com galhos para firmá-las. Se quiser proteger também as laterais, improvise amarrações menores ou coloque folhas grandes enterradas no solo.

Bônus: dicas práticas

  • Sempre que notar que a noite está chegando, independentemente do que for fazer e mesmo que perceba que vai chover, acenda uma fogueira. É mais fácil colher material com uma fogueira acesa.
  • Evite montar seu abrigo em valas naturais. Elas protegem contra o vento, mas são terríveis durante uma chuva.
  • Ao recolher troncos, galhos e folhas, tenha cuidado com os espinhos. Eles podem machucar muito e reduzir a sua energia.
  • Mesmo em situação de chuva torrencial, não se desespere. É melhor ficar em seu abrigo improvisado, mesmo que ele não esteja te protegendo 100%. A natureza pode ser bastante perigosa e isso só piora com uma tempestade. Caso esteja perdido, espere a chuva passar para procurar qualquer tipo de ajuda.
  • Qualquer objeto que você tenha ou encontre pode ser útil em uma emergência, portanto não descarte nada.
  • É essencial, em trilhas e acampamentos, manter a calma durante os momentos de tensão, pois você estará em ambientes inóspitos e sem muitas alternativas.

Sabendo como improvisar um abrigo contra chuva com poucos recursos, podemos encarar qualquer adversidade com mais tranquilidade. Gostou de nossas dicas? Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para compartilhar? Deixe um comentário!

Deixe uma resposta

Próximo artigoTrekking ou Hiking: Você Conhece as Diferenças?