Bota Impermeável: Confira os Cuidados a Mais Com Ela

Bota Impermeável: Confira os Cuidados a Mais Com Ela

Esse tipo de calçado oferece o conforto ideal para qualquer atividade, seja de longa ou curta duração, e uma boa resistência aos mais diversos cenários. Contudo, é preciso ter certos cuidados, pois mesmo materiais de qualidade estão suscetíveis a rasgos, sujeiras, mofo e outros danos eventuais.

Imagine a situação: você está em um trekking maravilhoso, mas para concluí-lo você precisa atravessar uma área alagada fruto do derretimento da neve que caiu durante toda a madrugada. A temperatura está baixa e você certamente já percorreu uns bons quilômetros. Acontece que sua bota impermeável não está nas melhores condições.

O resultado desta cena é previsível: você vai ter que percorrer o terreno molhado, ficar com os pés encharcados e torcer para chegar logo ao hotel, ao acampamento ou em casa para trocar as meias.

No mínimo, sentirá mais frio ainda e terá bolhas nos pés. No máximo, vai pegar um bom resfriado ou sofrer com a falta de circulação sanguínea nos membros inferiores. Por isso, cuidar da manutenção das suas botas impermeáveis é tão importante, pois você só perceberá as falhas no momento em que mais precisar.

No post de hoje, vamos dar dicas de como limpar, armazenar e conservar suas botas, além de como manter o fator impermeável de seu material, para que elas estejam sempre à disposição, prontas para a próxima aventura!

Como limpar uma bota impermeável por fora?

A limpeza da bota impermeável não pode esperar. Isso quer dizer que a limpeza externa deve ser realizada logo após o uso, como em caminhadas, viagens ou acampamento. Essa medida é o primeiro passo para evitar que o material fique encardido ou machado.

Quando isso não é feito de imediato, sua bota pode acumular sujeira e, quando você decidir limpar, vai ter mais trabalho e pode não conseguir remover tudo. Para não errar, siga corretamente as recomendações de higienização e de uso sugeridos pelo manual do produto.

Não obstante, se você não guardou a caixa da sua bota impermeável, você pode fazer uma limpeza comum com pano úmido ou com uma escova de cerdas macias com água. A escolha entre o pano e a escova depende da quantidade da sujeira e lama acumulados. O crucial é não desgastar o tecido com materiais mais abrasivos.

Para botas com sistema Goe-Tex, é preciso ter mais atenção. Esses produtos contam com uma membrana de teflon expandido que permite a transpiração da pele e que, ao mesmo tempo, garante sua impermeabilidade externa. Nesses casos, use somente os produtos recomendados pelo fabricante.

Essa cautela é necessária para que você não estrague os microporos, que facilitam que o suor saia ao mesmo tempo em que bloqueia a umidade de fora para dentro. Um recurso extremamente vantajoso e moderno para quem é amante dos esportes de aventura.

Como fazer a limpeza interna?

Ao contrário da higiene externa, a limpeza dos itens internos e acessórios pode ficar para depois. O mais indicado é que eles sejam retirados e lavados à parte. É o caso das palmilhas e cadarços, que devem ser asseados com água e sabão neutro.

Para as palmilhas, você pode até usar uma pequena escova ou bucha mais crespa para retirar o excesso de suor e sujeira. Os cadarços também devem ser esfregados até soltarem as impurezas. Na parte interna da bota use um pano úmido limpo (não o mesmo que passou por fora) e não deixe encharcar.

O solado é a parte mais bruta, por isso não tenha medo de usar uma escova mais grossa para remover toda a lama que fica nas curvas de aderência da parte que fica em contato com o solo.

No entanto, uma recomendação categórica de todos os melhores fabricantes de botas impermeáveis é: nunca coloque a bota de molho, não tente lavá-la em máquinas de lavar ou faça uso de qualquer eletrodoméstico para fins de limpeza ou secagem, como tanquinhos, secadores de cabelo ou ventiladores.

Então, qual é a melhor maneira de secar?

Esqueça a exposição direta ao sol da bota, pois ele pode contribuir para o desbotamento dos tecidos. Prefira as sombras e mantenha-a em um lugar arejado por tempo suficiente para garantir sua secagem completa.

Muitas vezes, para isso acontecer, é preciso muito mais que um dia. Logo, lembre-se de remover a bota (se ela estiver ao ar livre) sempre que o tempo ficar nublado ou ameaçar chover. Encharcar a bota é o que você menos quer, não é mesmo?

Só a guarde quando estiver totalmente seca, para evitar odores indesejáveis ou aparecimento de mofo durante o período de armazenamento.

Os cadarços podem ser pendurados no varal, sem problemas. Certifique-se de que eles estejam presos para não voarem. A palmilha, no entanto, não pode ser dobrada ou pendurada com pregador. Para ela, reserve uma superfície plana, longe do calor excessivo.

Como armazená-la corretamente?

Depois de devidamente seca, armazene adequadamente sua bota impermeável. Coloque-a em um ambiente longe de poeira e umidade, porém arejado. Não a guarde em espaços quentes e fechados, como porta-malas, sacolas plásticas ou caixas.

Outro zelo que você precisa ter é não colocar equipamentos, mochilas ou outros objetos pesados sobre as botas. Eles podem amassá-la demais ou mudar sua forma com o tempo. Durante os deslocamentos, se possível, vá com as botas nos pés para não ter que colocá-las dentro de malas muito apertadas.

Quais as melhores técnicas de conservação?

Se você quer prolongar a vida útil das suas botas impermeáveis após um longo período de uso, é recomendado realizar algumas técnicas de conservação.

Hidrate

Para as partes de couro, recomenda-se aplicar um condicionador regularmente, evitando descamações e rachaduras permanentes. Todavia, é um erro aplicar seu hidratante corporal ou condicionador capilar. Utilize somente produtos recomendados pelo próprio fabricante de suas botas, afinal você investiu em um calçado de qualidade e não vai querer estragar a sua durabilidade com produtos inadequados.

Impermeabilize

Para as áreas impermeáveis, existe a possibilidade de reaplicação da solução impermeabilizante. Essa substância é uma espécie de gel que deve ser espalhado com um pano limpo e seco ao longo de todo o tecido. Em seguida, deixe-o secar completamente em temperatura ambiente e em local arejado. Por fim, retire qualquer excesso de gel do material.

Proteja

Se você tem animais em casa, principalmente aqueles que gostam de brincar com calçados, proteja suas botas. Não as deixe pelos cantos da casa ou em lugares onde seu pet possa pegá-las facilmente. Uma mordida ou arranhão mais profundo já são suficientes para deixar água entrar. O mesmo vale se você estiver acampando. Não abandone suas botas fora da barraca para não acordar sem elas.

Use

Parece contraditório, mas uma boa forma de conservar suas botas impermeáveis é usando-as de vez em quando. Quando elas ficam guardadas por muito tempo, você pode até se esquecer da manutenção necessária nas partes de couro ou áreas mais sensíveis. O ideal é sempre dar uma boa verificada antes de marcar um trekking ou hiking.

Respeite as indicações do fabricante

Se você quer conforto e proteção, as botas impermeáveis são ideais. Entretanto, você também precisa fazer a sua parte. Sabe como? Mantenha suas unhas dos pés curtas para evitar o desgaste na parte da frente do calçado.

Outra dica é usar meias de qualidade para proteger o atrito natural dos pés com os tecidos internos. Por fim, respeite o peso e altura do usuário indicados pelo fabricante. Não adianta forçar a barra e pegar o modelo mais bonito se ele não é indicado para o seu porte físico.

E então, gostou dessas dicas de como limpar, armazenar e conservar sua bota impermeável? Aproveite e deixe um comentário em nosso post contando pra gente suas experiências!

Próximo artigoConheça os 5 Mais Belos Destinos Paradisíacos do Brasil!