7 lugares com neve para você viajar com sua família no hemisfério sul

7 lugares com neve para você viajar com sua família no hemisfério sul

O meio do ano é a época perfeita para aproveitar os lugares com neve no hemisfério sul. Alguns países vizinhos ao Brasil, e outros nem tão próximos, são ótimos lugares para garantir a diversão da sua família abaixo de zero.

A chegada das férias escolares e do clima mais geladinho são convites irrecusáveis para desfrutar de verdadeiros complexos invernais, com atividades e roteiros incríveis para pessoas de todas as idades. Confira nossas sugestões!

1. Portillo, Chile

Portillo é o centro de esqui mais antigo da América do Sul. Localizado a 164 km de Santiago do Chile, com acesso na 32ª curva de uma estrada fascinante aos pés da Cordilheira dos Andes, o lugar oferece infraestrutura completa para quem deseja passar alguns dias na montanha ou apenas aproveita-lo por um dia.

O único hotel, que recebe o mesmo nome do complexo, tem capacidade para 450 hóspedes e oferece inúmeros esportes de neve e atividades de recreação para crianças e adultos, como cinema, yoga, escola de esqui e snowboard, salão de beleza, lojas, bar e restaurante.

2. El Bolsón, Argentina

Certamente você já ouviu falar em Bariloche na Argentina. Mas, se você quer fugir dos destinos mais procurados por turistas, experimente conhecer El Bolsón. A 120 km de San Carlos de Bariloche, essa cidade patagônica é mais calma e possui uma natureza selvagem aos pés de montanhas imponentes, com cânios, miradores, lagos e cerros.

No roteiro por El Bolsón é possível praticar rafting, trekking, mountain bike, cavalgadas, visitar museus e apreciar a gastronomia local: é nela que são produzidas as melhores cervejas artesanais da Argentina e chocolates caseiros imperdíveis.

3. Chillán, Chile

Localizada a 480 km ao sul de Santiago, Termas de Chillán tem 10 elevações distribuídas por 31 pistas de esqui, sendo 8 para iniciantes. É lá que fica a maior pista da América do Sul, com 13 km de extensão. A cidade é pacata e tem se tornado um destino bem atrativo para os brasileiros, principalmente pela grande oferta de atividades de inverno.

Além dos tradicionais esqui e do snowboard, dá para aproveitar com toda família o esqui nórdico, motos de neve, paintball, esqui noturno e passeios de trenó puxado por cães. Você pode tanto se hospedar na montanha, como em bons hotéis na cidade.

4. Pucón, Chile

Já pensou se divertir na neve aos pés de um dos vulcões mais ativos do mundo? Essa emoção está garantida em Pucón. A cidade fica a 780 km da Santiago, capital chilena, e é uma gracinha! De praticamente qualquer ponto dela, você terá como cenário o imponente Villarica, do alto dos seus 2.847 metros soltando uma fumaça permanente para lembrar aos visitantes da sua constante atividade.

A infraestrutura de Pucón conta com hotéis formidáveis e inúmeras agências que oferecem desde passeios de aventura em 4 x 4 até banhos revigorantes em termas aquecidas naturalmente pelo vulcão. E por falar nele, é possível esquiar na sua base, localizada dentro de um parque nacional com 63 mil hectares.

5. Mendoza, Argentina

Se existe uma paisagem que vale a pena apreciar no hemisfério sul é a Cordilheira dos Andes. Considerada o maior conjunto montanhoso em extensão do mundo, com 8 mil km, a cidade de Mendoza fica aos pés da Cordilheira e é um espetáculo como destino de inverno no hemisfério sul.

Mais próximo de Santiago (363 km) do que de Buenos Aires (1.099 km), a cidade é um dos lugares com neve que se vale de muitas outras atrações além da estação Las Leñas, como roteiros por vinícolas, museus, lojas e atividades de montanha.

6. Melbourne, Austrália

Bem mais distante, mas igualmente fascinante é desfrutar as férias de julho na Austrália! Pois, diferente do que muita gente imagina, a Oceania não oferece somente belas praias e calor o ano todo, tem lugares com neve também. A cidade de Melbourne, a quase 900km de Sidney, possui belas colinas branquinhas, branquinhas.

As opções no inverno são diversas: Bourke Street, Baldy e Burnt Hut Spur são voltadas para iniciantes no esqui, mas há rampas de snowbording e outras trilhas amadoras para pessoas de todas as idades.

7. Queenstown e Mt Ruapehu, Nova Zelândia

A Nova Zelândia é uma referência dos esportes de inverno no hemisfério sul do planeta. Com sua temporada de junho a outubro, as paisagens do país são um verdadeiro primor da natureza. Há atividades invernais para crianças e adultos, para pessoas experientes ou para aquelas que só querem brincar na neve.

Tanto a grande ilha ao sul como ao norte possui pistas de esqui (a Nova Zelândia é formada por duas grandes ilhas, divididas em outras menores). Em Queenstown, há pistas de esqui com vários níveis, e em Mt Ruapehu, os visitantes podem aproveitar a neve na base de um vulcão.

Cuidado com as baixas temperaturas

Férias com neve é pura diversão, mas é preciso alguns cuidados antes de aproveitar ao máximo o friozinho das montanhas. Veja ao que se atentar:

Aquecimento

Manter-se aquecido é a premissa básica para que a neve se torne realmente divertida, afinal ninguém acha graça nenhuma em sentir-se congelando, não é mesmo? Portanto, invista em tecidos impermeáveisbotasluvasgorros e roupas segunda pele, que não pesam na mala e aquecem de verdade.

Proteção

Quando você está na neve fica tão exposto ao sol como se estivesse na praia. Isso acontece graças aos raios solares que refletem no branco da neve. Portanto, use protetor solar, óculos de sol e hidrate-se bastante.

Experiência

Os atrativos na neve envolvem atividades físicas e até uma certa preparação. Logo, é importante contar com apoio de pessoas experientes e instrutores durante as práticas esportivas no gelo. Esqui, snowboard e até trilhas mais complexas devem ser feitas sempre sob supervisão.

Segurança

Antes de embarcar, faça uma pesquisa rápida sobre seguro viagem. Muitas vezes vale a pena contratar um para toda a família. O custo costuma ser bem acessível se comparado a despesas médicas, caso alguém venha a precisar de atendimento hospitalar no exterior.

Lugares com neve costumam exercer um fascínio nas pessoas. Um roteiro bem feito pode deixar tudo ainda mais mágico e divertido.

Se você gostou dessas recomendações, curta a nossa página no Facebook e descubra outras dicas incríveis como essas!

Deixe uma resposta

Próximo artigoQuer fazer turismo na África? Veja 5 lugares incríveis para conhecer!