5 lugares da rota do vinho do Brasil que você precisa conhecer!

5 lugares da rota do vinho no Brasil que você precisa conhecer!

Apesar do consumo e da apreciação de vinho não serem tradições tão fortes em nosso país, que tem um clima tropical, esse panorama vem mudando nos últimos tempos. O Brasil tem apresentado números significativos no crescimento do enoturismo. A rota do vinho no Brasil vem atraindo cada vez mais o interesse dos turistas. E isso se deve ao fato de que o mercado do enoturismo tem se desenvolvido e se expandido bastante nos últimos anos.

A indústria vinícola, um espaço familiar — pois muitas ainda são mantidas por grupamentos familiares — e profissional ao mesmo tempo, foi se adaptando para receber os visitantes interessados em conhecer o processo de produção dos vinhos e saborear os famosos e deliciosos vinhos locais.

Dessa maneira, além de provar novos sabores, o turista também é surpreendido com a cultura local, que vai desde a gastronomia — que oferece pratos típicos — até atrações com passeios para conhecer as regiões próximas.

Neste post, você vai saber o que é enoturismo e vai conhecer 5 locais da rota do vinho no Brasil que valem a pena a visita. Acompanhe a leitura!

O que é enoturismo?

O enoturismo engloba um conjunto de atividades que permitem que os visitantes de vinícolas possam fazer visitas guiadas às plantações vinícolas e aos vinhedos, visitar as instalações onde o vinho é processado e produzido, degustar o seu sabor e conhecer mais sobre a história e as tradições do local.

O enoturismo é basicamente a visitação às vinícolas. Trata-se, então, de um novo ramo do turismo que tem como ponto principal a motivação na observação, apreciação e degustação do vinho. Inclui-se aí os seus mais variados sabores e aromas. E junto a toda essa encantadora bebida estão as tradições e a cultura da região.

O enoturismo ganhou força após a implementação de serviços e da construção de estruturas nas vinícolas que visam a servir melhor os turistas.

Assim, o turista tem um contato direto com todo o processo de produção, que envolve a visitação às colheitas, aos tanques e às máquinas responsáveis por todas as suas etapas de elaboração — prensagem, fermentação, estabilização etc.

As indústrias vinícolas podem oferecer um pacote de visitas guiadas com essas principais atrações.

O mercado do enoturismo no Brasil vem ganhando cada vez mais prestígio e as instalações vinícolas são até mesmo visitadas por quem não gosta ou não bebe vinho, mas busca conhecer mais sobre a sua história.

Buscando atender a esse público, as empresas oferecem bebidas sem álcool e feitas de uva. Esse benefício faz com que o passeio seja uma ótima opção para famílias, já que é adequado para as crianças.

Onde estão os melhores destinos para o enoturismo?

Esse tipo de passeio é bastante procurado e cai muito bem nas estações frias, que apresentam as mais baixas temperaturas, característica muito forte das regiões do extremo sul do Brasil.

Essa tradição teve origem no século XIX, época em que famílias que imigraram da Europa foram morar naquela área, começando assim o cultivo dos vinhedos da uva.

O Estado do Rio Grande do Sul está em primeiro lugar entre os produtores da bebida no Brasil. Sua produção chega a ocupar uma porcentagem de 80% da produção anual em todo o país.

Apesar de o foco ser a Serra Gaúcha, outras regiões também produzem excelentes vinhos e contam com vinícolas. Podemos citar como exemplos: Campos de Cima da Serra na região Vacaria, Campanha em Bagé, Encruzilhada do Sul e Piratini, Vale do São Francisco etc.

Quais são os 5 principais destinos da rota do vinho no Brasil?

1. Vale dos Vinhedos

Além da bela paisagem natural, a região do Vale dos Vinhedos é um dos destinos mais exaltados, já que oferece vinhos de excelente qualidade e sabor.

Os seus belos vales e propriedades com plantações de vinhedos são a grande atração da região. Não é à toa que o Vale costuma ser comparado com algumas regiões da Itália.

Como se a qualidade do vinho e as vistas panorâmicas já não fossem suficientes para atrair visitantes, o local tem uma grande opção de gastronomia, com ótimos restaurantes que servem culinária local, e conta com excelentes pousadas.

Estima-se que a região receba mais de 200 mil turistas, brasileiros e estrangeiros, todos os anos.

2. Casa Valduga

A Casa Valduga é uma empresa vinícola conhecida por ser a pioneira no mercado enoturístico no país. Considerado o maior conjunto para turismo vinícola no Brasil, o Complexo da Famiglia Valduga é parada obrigatória para quem quer conhecer mais sobre a produção de vinhos e a história local.

O passeio conta com degustação de espumantes da América do Sul, desde os mais simples até os mais famosos e consagrados.

É possível fazer caminhadas ao longo dos cultivos e degustar a culinária local composta de pratos gaúchos — no restaurante da região, Maria Valduga. Além disso, são oferecidos cursos, visitas guiadas e diversos tipos de hospedagem no complexo.

3. Vinícola Góes

A vinícola Góes fica situada em São Roque, no Estado de São Paulo, e foge do tradicional roteiro da região Sul.

A fábrica oferece uma visita guiada com passeios que contam o passado dos vinhedos e toda a sua formação. Além disso, é possível percorrer a região do plantio e observar a colheita diretamente de videiras. Ainda se tem o privilégio de acompanhar o famoso preparo, que consiste na pisa das uvas.

Por fim, o visitante é contemplado com degustação das bebidas. Uma experiência que vale a pena. É recomendada por quem mora longe do Sul do país e é apaixonado por vinhos!

4. Vinícola Salton

A vinícola Salton está instalada no município de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. A indústria disponibiliza pacotes de enoturismo para conhecer as suas instalações.

Conta com belos vinhedos e uma infraestrutura muito bem desenvolvida, com passarelas e aéreas que permitem que os visitantes percorram as fases de preparação e maturação da uva, nos tanques de fermentação e prensagem, até chegar ao vinho.

Existem diversos roteiros de visitação com duração variada — de 2 horas até o dia inteiro — que incluem atrações diversas, como almoço e degustação. O passeio é guiado por profissionais especializados, os enólogos, o que torna a visita ainda mais produtiva e esclarecedora.

5. Vale do São Francisco

O Vale do São Francisco no Nordeste brasileiro vem ganhando destaque como produtor de vinho e destino enoturístico. O seu polo é composto por 7 vinícolas localizadas em Pernambuco e Bahia. Toda a indústria ocupa uma área de mais de 10 mil hectares.
A vinícola Ouro Verde é uma das mais famosas para recepção de turistas. É possível observar as fases de produção da bebida e ganhar uma degustação em salas especiais.

Todos esses destinos da rota do vinho no Brasil são facilmente acessíveis e contam com uma rede hoteleira que apresenta uma boa infraestrutura. A Serra Gaúcha, por exemplo, é um roteiro tradicional que já oferece outras opções de passeios, como o pôr do sol acompanhado de uma taça de espumante. Além disso, algumas vinícolas disponibilizam até mesmo hotéis dentro das suas instalações. Vale a pena conhecer!

Você é um amante do vinho? Então leia nosso próximo post e conheça a rota do vinho de Mendoza!

Deixe uma resposta